history brazil travel tours Ilhabela historia brasil turismo viajes Ilhabela brasilien geschichte reise reisen urlaub Ilhabela

Ilhabela

História

Mata Atlântica / Roteiros Culturais – 14 sambaquis, com datações de aproximadamente 2.000 anos antes de Cristo, evidencíam a presença de homens pescadores coletores no arquipélago de São Sebastião / Ilhabela, durante o Brasil pré - histórico.

Durante su história indígena, a Ilhabela fazía parte do território Tupinambá / Tamoio perto da divisa com o território Tupiniquim. Em Tupi - Guarani, ela foi denominada como Maembipe o que significa “local de troca de prisioneiros e de mercadorias" (veja também Hans Staden). Um programa arqueológico conseguia identificar a existência de duas aldeias indígenas na Ilhabela.

Segundo os relatos do navegante italiano Américo Vespúcio, integrante da primeira expedição exploradora do portugueses, a Ilhabela foi descoberta em 20 de janeiro de 1502. Foi batizada em Ilha de São Sebastião (até hoje em dia seu nome oficial) porque no calendário da igreja católica o 20 de janeiro é o dia de comemoração deste santo.

Somente no começo do século XVII, os primeiros colonos (sesmeiros) se estabeleceram na Ilhabela. Com a utilização exclusiva da mão-de-obra escrava, sua principal atividade exercida era o plantio da cana e a produção de açúcar. As ruinas da fortificação da Ponta das Canas, no norte da ilha, uma das sete fortificações construidas nas duas margens do Canal de São Sebastião durante o século XVIII, evidencíam a presença de piratas e corsários europeus nesta época.

A população da Ilhabela somente aumentou significadamente na segunda metade do século XVIII. No atual centro turístico surgíu um pequeno povoado que se denominava Capela de Nossa Senhora D´Ajuda e Bom Sucesso que virou Vila Bela da Princesa em 1806. Era o começo do ciclo econômico do café.

Durante o século XIV, a produção do café que na época foi plantado em cerca de 30 fazendas da ilha, trouxe grande prosperidade econômica à Ilhabela e a população aumentou para 10.000 pessoas. O comércio de escravos africanos (já punido internacionalmente), era realizado de forma clandestina, principalmente a partir da Baía dos Castelhanos. Com a abolição da escravidão, em 1888, a cafeicultura em Ilhabela e com ela sua economía caiu em declínio.

Ela somente se intensificou de novo a partir do primeiro quarto do século XX com a a produção de cachaça, fabricada em 13 engenhos. O turismo, principalmente o ecoturismo começou a ganhar importância na Ilhabela somente a partir de 1970 com a construção da Rio - Santos e o declínio da fabricação do aguardente – Turismo Histórico / Brasil.

Veja também: Trilhas / Passeios & Roteiros / Mapa / Clima / Fotos