history brazil travel tours Juréia - Itatins historia brasil turismo viajes Juréia - Itatins brasilien geschichte reise reisen urlaub Juréia - Itatins

Juréia - Itatins

História

Mata Atlântica / Roteiros Culturais – Antigas ruinas de lavouras de arroz dentro dos limites de Juréia - Itatins que antigamente foram operados por escravos africanos, testimoniam a cultura de arroz e os primeiros assentamentos (Palhal, Pimenteira, Descalvado e Pogoçá) ao longo das planícies do rio Una do Prelado durante a primeira mitade do século XIX. Nesta época, Iguape foi o maior produtor de arroz no Brasil.

A "Trilha do Imperador", que já no século XVI ligava por caminho terrestre as cidades de São Vicente com Iguape e Cananéia foi aproveitada na segunda mitade do século XIX para a construção da primeira linha de telégrafo do país.

Ela estabeleceu a comunicação com as tropas no sul do país durante a guerra do Paraguay (1865 - 1870). Hoje, aquella parte da trilha, que cruza a estação ecológica, está sendo percorrida uma vez ao ano (agosto) pelos romeiros, durante a romaría tradicional da festa Senhor Bom Jesus de Iguape.

Durante a segunda mitado do século XX, as atividades agrículas foram gradualmente substituidas pela exlotação da caixeta e do palmito. A caixeta (ou caxeta) é uma pequena arvore de floresta húmeda (várzea) que fornece uma madeira molhe que serve para a fabricação de lápis. Nesta época grandes empresas como Johann Faber compraram grandes areas ao largo da planície de inundação do rio Una do Prelado. Desafortunadamente a caxeta, também é um lugar favorito de ninho do papagaio-de-cara-roxa.

Afortunadamente, a construção planejada de uma usina núclear durante a década dos 80 foi bloqueada devido à protestos de várias organizações ambientais. No seu lugar foi creado a Estação Ecológica de Juréia - Itatins – História do Brasil / Tours.

Veja também: Passeios & Roteiros / Mapa / Clima / Fotos